Your browser does not support JavaScript!

Dia Nacional do Braille

 #PraCegoVer imagem de uma mão lendo um material em Braille, está escrito:"8 de Abril Dia Nacional do Braille" há a #abrilmarrom e as logos da Retina Brasil e da Bayer

#PraCegoVer imagem de uma mão lendo um material em Braille, está escrito:"8 de Abril Dia Nacional do Braille" há a #abrilmarrom e as logos da Retina Brasil e da Bayer

O Dia Nacional do Braille, comemorado todo dia 8 de abril, existe para conscientizar a sociedade sobre a importância de políticas públicas para a educação de pessoas com deficiência visual, cegas ou com Baixa Visão. O dia foi escolhido em homenagem ao nascimento de José Álvares de Azevedo, o professor responsável por trazer o Sistema Braille ao Brasil em 1850. A data representa ainda o motivo da escolha do mês de abril para a Campanha do Abril Marrom, uma Campanha para a prevenção, combate e reabilitação às diversas espécies de cegueira.

O Braille é importante até hoje, mesmo com novas tecnologias como os leitores de tela e conversores de texto em áudio. O Sistema Braille exerce papel essencial para a alfabetização de crianças cegas e é uma ferramenta eficaz de promoção da inclusão. As novas tecnologias não retiram do Braille a sua importância, ao contrário, somam novos recursos e possibilidades à educação e à inclusão de pessoas com deficiência visual.

 

O sistema Braille

O Braille é um sistema de códigos táteis em alto relevo que representa todas as letras do alfabeto, números, pontuações, códigos aritméticos, etc. O sistema tem seis pontos dividimos em duas colunas com três pontos cada. A combinação desses pontos forma as letras, os números etc. O Braille pode ser impresso em diferentes materiais, desde o tradicional papel, até madeira ou metal.

Quem criou o sistema Braille foi o francês Louis Braille em 1825. Por isso, inicialmente, o sistema foi pensado para o alfabeto latino que é usado no francês, no português, no inglês, etc. Contudo, como o Braille é um sistema de códigos ele é universal e pode ser adaptado para qualquer tipo de alfabeto, como o Russo ou o Chinês.

 

Louis Braille

Louis Braille nasceu na França em 04 de janeiro de 1809. Seu pai trabalhava com a produção de arreios e selas, e quando Louis tinha três anos ele se acidentou na oficina do pai, ferindo o olho direito, O ferimento levou a uma infecção que provocou a cegueira total em ambos os olhos. Louis Braille foi para a escola normal e com 10 anos recebeu uma bolsa para estudar no Instituto Real de Jovens Cegos de Paris.

#PraCegoVer retrato pintado de Louis Braille, ele está de olhos fechados e está escrito: "Louis Braille (1809-1852)" há a logo da Retina Brasil e da Bayer

#PraCegoVer retrato pintado de Louis Braille, ele está de olhos fechados e está escrito: "Louis Braille (1809-1852)" há a logo da Retina Brasil e da Bayer

Na instituição, Louis Braille teve a oportunidade de conhecer, aos 12 anos, o capitão Charles Barbier que apresentou um sistema de escrita noturna tátil utilizado nos campos de batalha para  a comunicação dos soldados quando não havia luz. O sistema tinha 12 pontos distribuídos em linhas e colunas e foi adotado pelo Instituto. Louis Braille entusiasmou-se com a novidade e dedicou-se a aperfeiçoar o sistema. Após dois anos de trabalho, ele lançou uma versão otimizada com apenas 6 pontos representando todas as letras do alfabeto. Após mais um ano de estudo, ele mostrou a representação dos números e código musical.

Os estudantes do Instituto adoraram o Braille, mas o sistema demorou até ser compreendido pelos videntes e chegou até mesmo a ser proibido no Instituto, levando as crianças a prendê-lo sozinhas e escondido. Somente em 1854, dois anos após a morte de Louis Braille o sistema foi aceito pelos professores e passou a ser ensinado oficialmente. O Estado Francês reconheceu a invenção somente em 1952, quando transferiu o corpo de Louis Braille para o Panthéon da nação.

 

José Álvares de Azevedo

José Álvares de Azevedo nasceu no Rio de Janeiro em 8 de abril de 1834, ele foi o primeiro professor cego no Brasil responsável por trazer o Sistema Braille ao país e considerado o patrono da educação de cegos no Brasil.

#PraCegoVer ilustração de José Álvares de Azevedo, a imagem é em preto e branco e ele está de óculos escuros. Está escrito: "José Álvares de Azevedo (1834-1854)". Há a logo da Retina Brasil e da Bayer

#PraCegoVer ilustração de José Álvares de Azevedo, a imagem é em preto e branco e ele está de óculos escuros. Está escrito: "José Álvares de Azevedo (1834-1854)". Há a logo da Retina Brasil e da Bayer

José Álvares de Azevedo nasceu cego em uma família abastada. Sua família ficou sabendo do Instituto Real de Jovens Cegos de Paris por um médico amigo e decidiram enviar o filho para a França quando ele tinha 10 anos. José estudou no Instituto até os 16 anos e lá conheceu o Sistema Braille que ainda estava em fase experimental. Ele ficou fascinado com a inovação e, ao retornar ao Brasil, dedicou-se ao ensino do Braille. Seu sonho era criar, no Brasil, uma escola para o ensino de cegos.

Uma de suas aluna foi Adélia Sigaud, uma moça cega e filha do médico da Corte Imperial Dr.Francisco Xavier Sigaud. O médico ficou impressionado ao ver o desenvolvimento de sua filha após aprender o sistema Braille e conseguiu marcar uma audiência para José álvares de Azevedo com o Imperador Dom Pedro II. José Álvares demonstrou o sistema ao Imperador que ficou admirado e apoiou a criação de uma escola para cegos no Brasil.

Essa escola, existe até hoje no Rio de Janeiro, é o Instituto Benjamin Constant, que foi inaugurado em 1854, seis meses após a morte de José Álvares de Azevedo. Ele faleceu aos 20 anos de tuberculose.

Escrito por: Marina Leite Brandão

Fonte:

https://www.calendarr.com/brasil/dia-nacional-do-sistema-braille/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Louis_Braille

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_%C3%81lvares_de_Azevedo

Written by

A Retina Brasil é uma associação que apoia pacientes na busca de informação e tratamento para as doenças degenerativas da retina. Entidade filiada à Retina Internacional e à AMD Alliance.

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Mensagem